PaisagismoDigital - Guia de plantas, artigos, fornecedores e prestadores de serviços para jardins e paisagismo.

Use a caixa abaixo para buscar plantas e artigos para jardim
   
Skip Navigation Links
Pesquisa avançada

Login/e-mail:  
Senha:
Mantenha-me conectado
 
| Cadastro grátis |
| Recuperar senha |

Pesquisar Artigos
 
Ano:
 

Seção de Artigos
Brasil: Qual o legado ambiental para a próxima geração?
09/11/2014 - Regina Motta

Plantas ornamentais: Íris, a mensageira dos deuses
03/11/2014 - Jango Verde

Meio ambiente: Eucalipto e cana de açúcar e a água
27/10/2014 - Flávio Maurílio de Freitas

Plantas ornamentais: As glicínias do Ashikaga Flower Park, no Japão
20/10/2014 - Regina Motta

Paisagismo: Os Jardins e a seca!
14/10/2014 - Andrea Olionis Silva


Artigos Anteriores
Lista com todos os Artigos do Paisagismo Digit@l

Buscar matéria nas edições publicadas

Top 10 Paisagismo Digital




AuE Soluções - Revista Eletrônica
Fórum Internacional Parques do Brasil
16/11/2014 - Regina Motta

AutoLANDSCAPE 2016: Apresentação 3D diferenciada
14/11/2014 - Davi Severiano

HydroLANDSCAPE 2016: Interpolação por curva de nível
14/11/2014 - Inácio Arantes M. P. Júnior

LandMANAGER 2016: Software de gerenciamento de projetos de paisagismo
14/11/2014 - Inácio Arantes M. P. Júnior


Confira a Revista Eletrônica


Agenda de Paisagismo
Garden Fair 2004 - Tecnologia em Paisagismo e Jardinagem
01/04/2004 - 03/04/2004

II SIGRA - Simpósio sobre manutenão em Gramados
28/05/2004 - 29/05/2004

II Seminário Internacional de Paisagismo - Paisagismo e Lazer
03/06/2004 - 04/06/2004

VII ENEPEA - Encontro Nacional de Ensino de Paisagismo em Escolas de Arquitetura e Urbanismo no Brasil
09/06/2004 - 12/06/2004


Confira a Agenda da Revista AuE Paisagismo



Cadastre-se
Cadastre-se gratuitamente para receber as notícias do Blog do Paisagismo Digital por e-mail.

Nome:
e-mail:

O Paisagismo me escolheu: João Teles e o Grupo JT, uma história de amor pelas plantas ornamentais
Autor: Pedro Paulo Cavalcante - Data: 07/07/2011

RSS

Em entrevista publicada pela Revista Plasticultura, João Teles, presidente do Grupo JT, relembra o início de sua vida, a paixão pelas plantas e toda sua dedicação na realização de seu sonho. Conheça um pouco de sua trajetória e do Grupo JT, em suas próprias palavras:
Sempre fui apaixonado pelas plantas. Nem me lembro de pensar em fazer outra coisa na vida. Assim que surgiu a primeira oportunidade de ingressar no ramo, não pensei duas vezes.
Apostei porque vi a perspectiva de ganhar dinheiro, pois já cultivava plantas desde os 13 anos. Não escolhi o ramo, fui escolhido. Fui me envolvendo devagar e, quando percebi, já estava totalmente imerso nesse universo. Não pude evitar. O resto foi consequência de anos de dedicação e disciplina.


Garden Center e Grupo JT?

O Grupo JT, como existe hoje, dividido em atender varejistas, atacadistas e projetos paisagísticos, ficou mais estruturado com a fundação do JT Garden Center em 2004. Que é onde hoje em dia concentramos a administração a da empresa. Mas, de uma forma ou de outra sempre fizemos um pouco de tudo. Mas, a verdadeira fundação do que hoje chamamos de Grupo JT, começou comigo como produtor rural e prestador de pequenos serviços em 1960.
Em 1972, quando consegui comprar uma área em Trindade, Goiás, onde pudesse cultivar minhas espécies. Eu produzia uma pequena variedade de mudas e as comercializava todas. Não sobrava nada. Aí, com o passar do tempo, fomos investindo em conhecimento e estrutura até nos tornarmos o que somos hoje. As plantas sempre estiveram tão ligadas à minha vida e carreira profissional que nem separo quando começou cada coisa. Foi tudo muito natural.



Começar em Goiás foi uma experiência desafiadora. Não é fácil cavar um mercado desses. Não bastasse Goiás não ter mercado naquela época, ainda me atrevi a produzir em uma cidade do interior, onde a demanda era ainda mais baixa. Mas quando se está totalmente envolvido emocionalmente com um projeto, as decisões mais racionais perdem peso na balança. Eu gostava de plantas, fui lá e tentei. E, se pudesse voltar no tempo, faria de novo. Não há nada melhor do que ser apaixonado pelo que faz. Não saberia fazer outra coisa. Não sei nem separar onde é trabalho e onde não é na minha vida. É indissociável já. Outra dificuldade que temos é a produção irrigada. Como em Goiás é muito quente por causa do clima, irrigamos toda nossa produção nos meses em que a chuva cessa. Além do mercado quase inexistente no começo, ainda tive de ficar atento à necessidade de água abundante.



O desafio maior foi ser pioneiro. O pioneirismo traz um retorno satisfatório se bem fundamentado. Mas, no começo, não desistir já é uma vitória. Depois colhemos bons frutos, para citar uma expressão do nosso ramo. (risos). Mas, no início, a tarefa é árdua. Quando comecei, não havia demanda, logística, mão de obra, pesquisa... Era tudo muito inicial ainda. Hoje em dia as coisas são bem mais fáceis. Aqui por perto, só havia conhecimento científico a respeito na Universidade Federal de Goiás. Então, fiz minha graduação lá e depois rodei o Brasil e o mundo fazendo minhas próprias pesquisas e colhendo material.
Acho que uma das situações mais marcantes da minha carreira foi ser reconhecido internacionalmente através da minha profissão. Desde os anos 80 venho recebendo estagiários de outros países, como França e Austrália. Além disso, Além disso, tenho trabalhos reconhecidos na África do Sul, Bélgica e sou membro de associações respeitadas, como a Fairchid Tropical/Garden dos EUA. Trocamos experiências, sementes e essa convivência acrescenta demais no meu trabalho. Sempre que posso vou aos Estados Unidos. Isso pra mim não tem preço.

Roberto Burle Marx

Já trabalhava no setor quando o conheci Roberto Burle Marx com quem muito aprendi Sinto saudades daquele tempo. Foram anos muito produtivos e que me ensinaram coisas que nenhuma escola ensina. A gente formava uma dupla fantástica. Nos encontramos no meu viveiro algumas vezes e seguimos Brasil afora a pesquisar Na primeira vez, viajamos a 7 estados. Oferecia meu conhecimento e ele me permitia estudar seus projetos. E, no final, ainda ganhei um amigo. Mais uma vez, guiado pela paixão, consegui alcançar meu objetivo.



Produção do Grupo JT

Temos uma gama de produção e comercialização de plantas muito vasta. De forrações e arbustos a árvores e palmeiras. Mas nosso produto mais vendido, e no qual somos reconhecidos como um dos maiores produtores nacionais são as palmeiras. Por termos uma área para plantio extensa, podemos plantar várias espécies e em grande escala. E aí, temos desde exemplares pequenos até palmeiras com cerca de 8 metros. Apenas uma pequena parte do que comercializamos não é de nossa produção. Na maioria das vezes são espécies que são melhor cultivadas em climas diferentes dos de Goiás ou lugares onde a produção de uma determinada espécie é bastante volumosa. O importante é produzirmos o que conseguirmos produzir bem. Querer produzir tudo nem sempre é o melhor caminho.
Hoje, contamos em média com uma equipe de 50 pessoas, divididas entre produção, administração e vendas.

Planos para o futuro

É muito difícil fazer planos para mercado num país como o Brasil. Mas temos procurado trazer de fora do país novas plantas e adaptar outras para acompanhar as tendências de mercado e inovar sempre. Nossos planos estratégicos são ser referência no mercado paisagístico com um serviço de ponta e produzir um leque de espécies cada vez maior. E nos especializar sempre. Em qualquer ramo o conhecimento é muito importante. Mas, no paisagismo, ele é indispensável. Por lidarmos com seres vivos, temos de orientar bem os clientes sobre todo o processo que a aquisição de uma planta envolve.

Segredo do sucesso

Primeiro de tudo: amor pelas plantas. Você só consegue lidar bem com um ser tão complexo como se tiver muito amor por elas. Segundo, gostar de trabalhar. Nesse ramo, não há glamour de escritório e ar condicionado. A lida é diária e o trabalho laboral faz parte da maior parte das tarefas diárias. De sol a sol, de chuva a chuva, dia após dia. Cavando covas, medindo terrenos, exposto ao frio e ao calor. E, por fim, passar o resto da vida estudando. Como disse anteriormente, as plantas são seres extremamente complexos e sensíveis. Para você ter uma ideia, tenho mais de 50 anos de estudos nessa área e me deparo diariamente com novidades. Tanto sobre a planta em si como sobre o mercado. Só se consegue chegar há algum lugar nesse mercado se não deixarmos de estudar. Além de o conhecimento influir diretamente na qualidade da produção, manutenção e manejo da planta, quando repassamos a planta ao cliente, temos que orientá-lo a continuar cuidando dela como a gente cuidava ou o mais próximo possível daquilo. Juntando esses 3 ingredientes, já se pode considerar um bom começo. Mas, repito, é só o começo. Depois é muito trabalho, disciplina e dedicação.

Você pode se interessar também por:
Paisagismo e reflorestamento com Arvores Brasileiras: uma história de sucesso

Paisagismo brasileiro perde Fernando Chacel, seu maior expoente vivo

Plantas do cerrado nos jardins de Burle Marx

roberto Burle Marx - O paisagista a frente do seu tempo








Email

Ver Artigo Anterior   Ver Próximo Artigo
 
i)AutorMensagem
1Maria
Maria Helena Britto Lagoa

Novato
Postado em 25/07/2011 17:41:10

Henry e Família,
Excelente reportagem ! Parabéns e sucesso.
Helena Lagoa

2lailson
lailson de oliveira gouveia

Novato
Postado em 17/07/2011 10:38:55

Bom domingo a todos,
Somente para deixar registrado,no que meu padrinho JOAO TELES"JOAO COCÁ" disse, deve ser mencionado que uma árvore e reconhecida pelos frutos que produz, e os frutos HENRY E ERIK,Engs.
Agronomos, gerados por JOAO E TELMA TELES,são o que de melhor existe na sua produção, costumo dizer aonde vou, aqui em GO, somos todos amadores, profissionais são a equipe da JT PLANTAS.
Desde Rio Verde, com admiração
Eng. Agr. LAILSON, FLORA VIVO

3lailson
lailson de oliveira gouveia

Novato
Postado em 17/07/2011 10:30:56

ok

4Percival
Percival Plantas

Iniciante
Postado em 13/07/2011 10:47:57

Parabens muito bonito,eu não me canso de olhar as plantas
E me faz em bem ,que vocês naõ imagina ,percival plantas agradece


Comente este Artigo:
Login/e-mail:
Senha:

Qual a sua avaliação sobre este artigo ?

Digite o seu comentário sobre o artigo:
 


N° de avaliações: 4 - média : 5 Ótimo
| Envie esta página a um amigo | Adicione aos Favoritos |

Página carregada em 20 milisegundos...
 
DVD 7 visões da paisagem
Shop das Plantas
Revista Paisagismo & Jardinagem

Inclua seu banner aqui


Paisagismo Digital na Web Programas para Paisagismo Tudo sobre Paisagismo TOP 10 Quem Somos
Canal da AuE Soluções no YouTube
Siga a o Paisagismo Digital no twitter
Perfil da AuE Soluções no Facebook Perfil do Paisagismo Digital no Facebook
Google+ Google+
Linkedin Linkedin
AutoLANDSCAPE
PhotoLANDSCAPE
HydroLANDSCAPE
Blog Paisagismo Digital
Fórum Paisagismo Digital
Revista AuE Paisagismo Digital
TOP 10 BLOG
TOP 10 FORUM
TOP 10 Usuários
TOP 10 Itens

Todos os direitos reservados à AuE Soluções - (32) 3217-1501 - paisagismodigital@auesolucoes.com.br
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuidosem prévia autorização.