AuE Paisagismo Digital

Tudo sobre paisagismo


Cadastre-se
Cadastre-se gratuitamente para receber as notícias do Blog do Paisagismo Digital por e-mail.

Nome
E-mail
Idioma






Pesquisar Artigos
 
Ano
 

Seção de Artigos
Jardins fantásticos: Jardins de Monet em Giverny
28/06/2016 - Regina Motta

Plantas ornamentais: Medinila, a Magnífica
20/06/2016 - Centro P. G. Winters

O que as pessoas querem de um paisagista?
08/06/2016 - Regina Motta

Do sexo das plantas ao fruto
03/06/2016 - Regina Motta

Como Eram Frutas e Legumes Antes de Serem Domesticados. O Milho é Impressionante!
20/05/2016 - Fernando Pereira


Artigos Anteriores
Lista com todos os Artigos do Paisagismo Digit@l

Buscar matéria nas edições publicadas

Top 10 Paisagismo Digital




AuE Software - Revista Eletrônica
AutoLANDSCAPE 2016 - Exportando pranchas do AutoCAD para o formato PDF
21/06/2016 - Camila Innocêncio

HydroLANDSCAPE 2016 - Orçamentos cada vez mais completos
21/06/2016 - Lucas Moreira

Edição de aniversário - A revista AuE Paisagismo comemora 12 anos!
21/06/2016 - Guilherme Motta

Pesquisas comprovam: A natureza gera mais felicidade que o dinheiro!
21/06/2016 - Regina Motta


Confira a Revista Eletrônica


Agenda de Paisagismo
Academia Rain Bird (SC) - Curso irrigação
24/10/2016 - 28/10/2016

Frutal 2016 - Semana internacional da Fruticultura, Floricultura e Agroindústria
21/09/2016 - 23/09/2016

XXIV Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil - XXIV Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil
21/09/2016 - 24/09/2016

35 EXPOFLORA - HOLAMBRA - 35 Expoflora - Holambra
26/08/2016 - 25/09/2016


Confira a Agenda da Revista AuE Paisagismo




Formigas, nem sempre inimigas do jardim


Autor: Regina Motta - Data: 18/07/2009
RSS

Qualquer um de nós que possua plantas de jardim teme a invasão destas insaciáveis inimigas – as formigas cortadeiras! Ver nossas plantas de jardim destruídas numa só noite é um pesadelo.

As espécies mais comuns são as saúvas (Atta spp) e as quenquéns (Acromyrmex spp) – consideradas as principais pragas agrícolas no Brasil.

No entanto, não podemos nos esquecer de que elas têm um papel na manutenção e equilíbrio do ecossistema. Parece incrível, não é? Mas, como tudo na natureza, elas são importantes e têm sua razão de existir:

- Movimentam o solo, fazendo sua aeração da mesma forma que as minhocas.

- Promovem a decomposição de substâncias orgânicas, contribuindo para a recilcagem de nutrientes do solo.

- Algumas espécies são úteis na jardinagem e agricultura, ajudando no controle de pragas, destruindo insetos nocivos às plantas e até mesmo outras espécies de formigas.

Muitas vezes, é mais indicado garantir o equilíbrio entre as populações de espécies diversas que simplesmente destruir indiscriminadamente os formigueiros. Se existem duas espécies como as saúva e quenquén, a destruição da saúva que tem seus ninhos mais visíveis, fará com que a outra espécie prolifere indiscriminadamente, causando um mal ainda maior.

Algumas receitas de uso doméstico podem resolver o problema em pequenos espaços, sem agredir o meio ambiente.

1 - Uso de cal - Para as saúvas, por exemplo, a cal pode ser injetada nos olheiros, o mais fundo possível, usando uma bomba manual e depois injetando água. A aplicação deve ser repetida por mais duas vezes, com intervalo de uma semana.

A cal também deve ser usada em forma de pasta nos troncos das árvores para evitar o ataque das cortadeiras.

2 - Uso de graxa ou vaselina - Para árvores e arbustos, usar uma tira de borracha, untada com graxa ou vaselina, amarrada ao tronco.

Para troncos menores, pode-se usa um copo de plástico invertido em torno do tronco também recoberto com graxa na parte interna. Isto impedirá o acesso das formigas até as folhas.


3 - Sabe que existem plantas que repelem insetos e formigas?

Plante em seu jardim:




menta ou hortelã




lavanda (Lavandula augustifolia)



cravo da índia (Syzygium aromaticum)


manjerona (Origanum vulgare)

absinto (Artemisia absinthium e A. vulgaris)

alho (Allium sativum)


4 – Água e detergente – Faça uma solução de água quente e algumas gotas de detergente e despeje no olheiro. Cuidado com as folhas das plantas.

5 – Sementes de gergelim colocadas ao redor do olheiro. As formigas vão carregá-las e serão oferecidas como alimento aos fungos que morrerão. Com o tempo haverá uma redução da população do formigueiro. Pode-se plantas também o gergelim (Sesamum indicum) próximo aos formigueiros.

6 – Outras boas idéias caseiras:

- Cinza e água despejada nos olheiros;

- Borra de café sobre a terra;

Leia também:

Porque jardim:Um pouco de história


As plantas também dormem


Fonte: Revista Paisagismo e Jardinagem



Email

Ver Artigo Anterior   Ver Próximo Artigo
 
i)AutorMensagem
1Regina
Regina Helena Casulari Roxo da Motta

Paisagista
Postado em 14/09/2010 07:16:46

Isael, os recursos existem, o mais difícil é a mudança de hábitos, não é?

2Isael
Isael Jose Florencio

Novato
Postado em 13/09/2010 21:30:51

Boa noite


Boa noite!
muito boa suas ideias a respeito de como evitar as formigas sem o uso de produtos quimicos,e isso ai temos que fazer diferente.








Comente este Artigo:
Login/E-mail:
Senha:

Qual a sua avaliação sobre este artigo ?

Digite o seu comentário sobre o artigo:
 


N° de avaliações: 2 - média : 5 Ótimo
| Envie esta página a um amigo | Adicione aos Favoritos |

Página carregada em 40 milisegundos...

Programas de Computador para Paisagistas
7 Visões
Centro Paisagistico
Mostre seus produtos para o público certo!

Inclua seu banner aqui


 

AuE Soluções Todos os direitos reservados à AuE Soluções - (32) 3217-1501 - paisagismodigital@auesolucoes.com.br
Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuido sem prévia autorização.